Como evitar o sedentarismo durante a pandemia da COVID-19

Categoria: Dicas de Saúde

Assim que o novo coronavírus se instalou no Brasil, em março de 2020, várias pessoas abandonaram os treinos e atividades ao ar livre. Isso fez com que muitas pessoas adotassem um comportamento sedentário. É certo que para gastar energia, qualquer movimento corporal produzido pelo nosso corpo é válido, podendo incluir exercícios, caminhadas, tarefas domésticas como limpar a casa, cuidar do jardim, passear com o cachorro, entre outros. 



Praticar exercícios não só traz resultados desejáveis para o corpo, como também para sua saúde mental, seu contentamento social. 



O exercício pode não parecer uma prioridade neste momento, mas é importante permanecer ativo. O exercício alivia o estresse, ajuda a minimizar os sintomas de ansiedade e depressão e estimula o sistema imunológico. 



Se você é daquelas que está na luta para se manter ativa durante a pandemia, leia nossas dicas abaixo:



Dicas Para Permanecer Ativo Dentro de Casa



1. Aumente sua frequência cardíaca, ganhe força e melhore sua mobilidade



Para isso você não precisa de equipamentos especiais ou acesso a uma academia. Existem vários vídeos e aplicativos disponíveis na internet com programas bem estruturados, que podem ser personalizados especialmente para você e além de tudo, fáceis de acompanhar. 



Muitos exercícios, voltados para o treinamento funcional, com o próprio peso corporal, como abdominais, flexões, burpees, cardios, podem ser realizados em pequenos espaços, sem pesos ou qualquer equipamento. 



E depois que passar a pandemia, quem sabe você descobre uma nova rotina de exercícios que se adapte ao seu estilo de vida e siga esse plano? 



2. Procure se movimentar durante todo o dia



Tem pessoas que aproveitam o tempo e ficam o dia todo colado na TV. Assistir um bom filme é uma boa opção de entretenimento, mas cuidado para não ficar preso em casa e sem movimentar por um longo período de tempo. É importante se levantar e fazer movimentos ao longo do dia. 



De acordo com pesquisas, ficar sentado por um longo período de tempo, mesmo que trabalhando, pode causar vários problemas de saúde, mesmo para quem já tira um tempo do dia para se exercitar. Ou seja, um treino extenuante, não compensa um dia de sedentarismo. 



O ideal é levantar-se, a cada hora, e andar pela casa ou apartamento pelo menos de 2 a 3 minutos. Embora, não seja problema, mantendo o distanciamento, de fazer uma caminhada ao ar livre. 



Outra vantagem é que, fazendo algumas pausas curtas ao longo do dia, sua produtividade aumenta, melhorando assim sua saúde cardiovascular e ainda alivia a tensão das articulações e músculos por ficar tanto tempo sentado. 



3. Crie novos hábitos e metas 



Tudo que você repete, diariamente, vira um hábito. Defina algumas metas que sejam alcançáveis por você, é claro! Escolha bem o horário que você deseja se exercitar e siga o plano. 



Você pode fazer isso toda noite, preparando já suas roupas e tênis e deixando à vista, para estar sempre te lembrando da caminhada matinal, por exemplo. Marque seus treinos e horários no calendário e salve seus exercícios favoritos no seu aplicativo ou celular, onde serão fáceis de encontrar. O importante é ter tudo fácil para criar o hábito e não correr o risco de procrastinar. 



Não espere para amanhã. Comece já! E não se deixe levar pelas distrações do dia a dia. Coloque os exercícios em primeiro plano. E lembre-se que toda vez que você posterga suas atividades para o dia seguinte, mais difícil fica de manter o hábito. Cuidar de si mesma fará bem para sua saúde e autoestima, e ajudará você a superar a pandemia com qualidade de vida.



Por: Sonia Ferreira