A IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NO AMBIENTE DE TRABALHO

Categoria: Dicas de Saúde

Para ajudar a reduzir os riscos à saúde, aumentar a eficácia pessoal e melhorar a qualidade de vida, os programas de bem-estar no local de trabalho são mais importantes do que nunca. 



Existem muitos tipos diferentes de ginástica laboral, sendo as melhores aquelas que educam e incentivam os funcionários a adotarem um estilo de vida mais saudável. 



3 benefícios da ginástica laboral no ambiente de trabalho



‍Redução de gastos com saúde



É um fato: especialistas da área da saúde estimam que 70 a 90% dos gastos com saúde são causados ​​por problemas associados a escolhas de estilo de vida pouco saudáveis, ou seja, alimentação e pouco exercício físico. 



Diminui o estresse



A ginástica laboral promove bem-estar no trabalho, tanto mental quanto fisicamente. Mesmo em home office, enquanto passamos grande parte do nosso dia em frente a uma tela de computador, a fadiga no pescoço, nas costas, nos pulsos e nos braços contribui muito para o estresse. Além disso, fazer pausas para o programa de exercícios pode melhorar o cansaço visual ao olhar para uma tela por tantas horas. A ginástica laboral permite que você faça exercícios, mesmo sentada, diante de sua mesa de trabalho, com ergonomia adequada para reduzir o estresse e a tensão muscular quando você está trabalhando. Incluindo desde exercícios simples de alongamento e exercícios programados para quebrar a monotonia.



Melhora a disposição física e o desempenho para o trabalho



A ginástica laboral também promove um melhor condicionamento físico, estimulando o trabalho em equipe. E o melhor de tudo é que você pode acessar seus programas e treinos favoritos de qualquer lugar, em seu smartphone, tablet ou computador, enquanto trabalha.

Então, viu como é importante organizar um tempo para a ginástica laboral? E o melhor de tudo é que você não precisa se preocupar com espaço ou equipamentos de ginástica para isso. Em breve vamos compartilhar mais dicas de como se exercitar. 



Se gostou do artigo, compartilhe com suas amigas em suas redes sociais.



Por: Sonia Ferreira